Jubileu – Aug Tellez (09/mar/2017)

Este post foi publicado no Facebook de Aug Tellez em 09/mar/2017. Não entendi alguns pontos a que o autor quis se referir, mas aqui está um esforço neste sentido. Aug costuma introduzir assuntos e detalhá-los posteriormente. Vamos aguardar.

Outra Revelação:

Se pararmos com a engenharia genética, poderia ser o fim da raça humana. Isso é algo como uma pessoa que sobrevive com ar condicionado e refrigeradores (com um supermercado). Esta raça está se mesclando com a tecnologia. Não existem dois caminhos para isso. Bem, tecnicamente, existem dois caminhos. Aqueles que passarão pela era da máquina como se sua consciência literalmente se movesse através da entrada do scanner de um sistema de computador e, depois, saísse da outra extremidade como uma saída digital ou holográfica com tempo e consciência indefinidos e entre a percepção de um mundo para o outro. Como agentes, estamos sempre entre universos por um período indefinido de tempo. Por que isso ocorre conosco? Porque fomos selecionados desde crianças.

A outra opção para a raça humana? Passar pelo tempo longe da fusão tecnológica e, dessa forma, evitar a passagem de sua genética através desse sistema “bestial”, que tem sido referido tanto como a IA quanto como um DNA degradado de alguma entidade estrangeira.

Como isso funciona e o que significa para cada lado, não estou certo. A maior questão aqui é que ninguém vai realmente ter uma pista sobre isso a menos que eles já tenham chegado a fechar.

Aqui está outra revelação:

Existe um “remédio”, e se trata do mesmo remédio “legal” adotado para o “homem espantalho” ― sistema de nome legal (ficção legal) (= a transformação do ser humano em uma corporação). É preciso “remediar” as expectativas de sua conta no sistema (essencialmente, fechar e equilibrar sua conta por meio da anulação), e isto é literalmente o que todos nós estamos a descobrir.

Claro, os equilíbrios emocional e mental são uma coisa, mas esses sistemas computacionais são poderosos e eles estão literalmente subindo na civilização uma grande torre de burro de cada vez (?); é muito estranho, mas é assim que funciona.

O que criamos é o que teremos a partir de nossas crenças, mas existe outra porção para isso, tal como, quem criou nossos corpos e esse reino. Existe um sistema do qual já fazemos parte e, então, temos que fazer algo sobre isso ou em referência a isso, no mesmo plano.

Aqueles que remedeiam (sua situação) não podem ser “legalmente” trazidos ao sistema ― e, sim, tudo se trata de uma questão “legal”, fala-se literalmente sobre uma corporação que se baseia na colheita de almas humanas.

Encontrar o remédio para cancelar nosso “espantalho” (nome legal) ― que é essencialmente uma subscrição vitalícia à AI ― é a resposta aqui.

Existe algo que foi falado nos textos antigos sobre isso.

Escravidão por dívida

Supõe-se que haverá jubileu de dívidas (perdão de dívidas) para este ano, e isso significa que haverá uma janela legal para todos remediarem e anularem suas dívidas. Todo o sistema é uma dívida espiritual, um sistema de escravidão. É isso aí.

Isso foi falado em tempos anteriores, em todas as histórias antigas há a mesma referência a uma situação similar. E todo este lugar é algo diferente, não é o que pensamos. Simulação ou não, a verdadeira natureza desta realidade é algo mais que aquilo que percebemos e vemos por intermédio de nossos sentidos físicos. Todo o sistema de realidade falsa está baseado nisso e repousa sobre isso.


Post Original do Facebook de Aug Tellez em 09/mar/2017

Aug Tellez - 2017 [03 mar] dia 09 - Jubileu [1]

Aug Tellez - 2017 [03 mar] dia 09 - Jubileu [2]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s