Estações de Clonagem, Entidades Não-Humanas, Jurisdição da Terra, Quarentena e Bases Subterrâneas: Saltos de Frequência Interdimensional – Por Aug Tellez (01/mar/2017)

Estações de Clonagem, Entidades Não-Humanas, Jurisdição da Terra, Quarentena e Bases Subterrâneas:  Saltos de Frequência Interdimensional

Por Aug Tellez (01/mar/2017)

Aqui está a situação com a corrupção e várias operações que aconteceram.

EXISTEM:

A) Paralelos organizados em rede em todo o universo, os quais são, na realidade, possibilidades que estão de fato se desenvolvendo como ramos ou raízes. O universo é, na verdade, uma imensa rede de bolhas de tempo e possibilidades, estas conectadas causalmente por meio de possibilidades, consciência e conhecimento. Informação e experiência se conectam com cada bolha. A informação e a experiência se conectam a cada bolha de uma rede, e cada rede se conecta a uma outra rede ainda maior ou paralela.

Essas redes estão sendo mapeadas por pessoas preparadas para a tarefa. Fazer isso é algo para o que alguém deve estar preparado, porque, como vimos antes, isso não termina. Isto é, isso apenas continua para sempre, e como escrevi nos primeiros capítulos de “The Unveiling of the Hidden Knowledge of the Ages of Humanity” (“O desvelamento do conhecimento oculto das eras da humanidade”), se uma pessoa está procurando encontrar satisfação e clareza (ou encerramento) (às suas perguntas – N. do T.) a partir das respostas que recebe, então, ela vai literalmente ficar louca com o espectro de novas questões que nascerão desse movimento.

Nesses paralelos, existem diferentes versões de você. Isso é altamente confuso, já que existem tantos “eus”, que a pessoa não conseguirá definir qual é o seu “eu” real ― ou o “eu” neutro ou central ― nesse mar de possibilidades.

Dessa forma, um método para definir um escopo razoável é fornecer uma medida básica, ou uma linha de base, a partir da qual produzir uma extrapolação do seu DNA e consciência, visando a localizar os outros “eus” nos possíveis paralelos.

Imagine você que isso é altamente perigoso, e se você apenas testemunhasse a informação existente em outro paralelo antes de estar adequadamente preparado, por meio de um conjunto específico de processos bastante sagrados, você provavelmente ficaria mentalmente perturbado ao ponto de nunca mais ser funcional em sociedade. E isso é um fundamento natural do tempo e da consciência limitada pelo sistema perceptivo biológico.

Basicamente, se você visse esses paralelos, isso seria como um espelho olhando para si mesmo, e você esqueceria qual é (a imagem) real e, possivelmente ― instantaneamente ―, iria se enredar entre uma e outra, como as possibilidades se entrelaçam entre si e ameaçam distorcer sua percepção acerca de sua realidade-base original ou causalmente conectada a você.

Isso foi explorado e experimentado no experimento previamente descrito, e isso também é parte do porquê isso foi permitido.

Primordialmente, porque eles queriam saber. Em segundo lugar, estamos todos já em uma experiência cósmica onde ninguém sabe (exatamente) como chegamos até aqui, e o pior quase já aconteceu ou ameaçou acontecer durante séculos até agora. Tempo para (obter) respostas? Ou, pelo menos, para a ordem.

Com isso, há processos para encontrar a realidade da “linha de base” da pessoa e, por intermédio disso, posicioná-la em uma trajetória no universo maior, mapeando suas possíveis redes de “bolhas do tempo” ou realidades conectadas através do hiperespaço ao longo de sua jornada no universo.

O outro aspecto disso é que a pessoa, finalmente, corre para o fator “negativo” do espectro, e é aí que uma ou outra linha de tempo conflitivas resultaram em uma versão de você que é praticamente a possibilidade mais indesejável que você poderia imaginar. Tecnicamente, esta é a mais indesejável versão de você que você poderia conceber e, então, (?).

Este é o ponto. O DNA é poderosamente complexo, e as pessoas sobrevivem em todos os tipos de situações severas, e propositadamente se colocam a si mesmas em situações tanto difíceis como aleatoriamente possíveis no universo.

 

ENTÃO, EXISTE:

B) Existem múltiplas camadas temporais para o que podemos chamar de universo coletivo “central”, e estas (camadas) são comparadas a reinos ou civilizações, cujas experiências são sucessivamente mais complexas e temporalmente mais comprimidas, e estão aninhadas umas nas outras, superimpostas, ou em camadas concêntricas.

A maior parte do corrente sistema de controle ou de “domínio” (caso isso possa realmente existir senão conceitualmente) é parte de uma ramificação da camada mais inferior do universo harmônico, que é essencialmente uma civilização-prisão, rumo ao seu universo harmônico, em um esforço de parasitar energias e consciências da civilização (prisioneira) e da raça humana.

Assim, a razão por que estou liberando essa informação em particular. A experimentação, a revelação, muitos dos eventos e memórias, não são deste plano: são de uma camada abaixo desta.

No entanto, isso não quer dizer que nenhuma das atividades “inferno-limítrofes” que ocorrem no reino inferior também estejam acontecendo na camada atual.

No entanto, toda a ideia por trás dos sistemas de energia, frequências, redes escalares, campos e cenários ritualísticos é literalmente (voltada) para abrir portais para o reino inferior e, assim, eis a explicação de por que o que ocorre nestas malhas de frequências que são abertas (por meio da abertura desses portais – N. do T.) esteja literalmente fora a jurisdição da raça humana e de quaisquer das camadas superiores.

Portanto, só o que acontece aqui pode ser atribuído à responsabilidade de alguém, a menos que esses “jogadores” cheguem às camadas mais altas, onde tudo é trazido à luz, ou sejam capturados em flagrante, participando de tais eventos nas frequências abertas e indistinguíveis desta civilização atual.

Assim, existem bases subterrâneas, bem como as assim chamadas “estações de clonagem”, que são interdimensionalmente mantidas através de um ato equilibrado de espalhá-las ao longo do tempo, por “saltos de frequência” ― frequencialmente saltando os sinais que eles contêm em vários valores, como um sinal criptografado.

Assim, muito do que é “divulgado” se trata realmente de outro “plano” da realidade, e as pessoas envolvidas não têm ideia de que isso realmente funciona.

E, sim, isso poderia ser uma forma de desinfo. No entanto, é tudo verdade.

Além disso, há a ideia de: “O que isso realmente significa?”. As pessoas estão se movendo para outro reino para realizar esses crimes? Eles estão desaparecendo e retornando? Isso é como um sonho? Eles ainda estão neste universo, mas em algum tipo de superposição que, agora, está sendo explicada como outra dimensão assustadora onde todos esses crimes são “ok”?

Não, mas perguntas são válidas. Somente não espere quaisquer respostas definitivas antes de ser confrontado com mais desafios a superar.

Em última instância, espera-se que superemos nossos próprios desequilíbrios intelectuais e emocionais como parte da adesão à moralidade e ao raciocínio superiores, pois estes são os aspectos fundamentais da criação, harmonia, verdade, poder, compaixão e autoconsciência.

——-

Post Original / Original Post: Cloning Stations, Non-Human Entities, Earth Jurisdiction, Quarantine and Underground Bases: Interdimensional Frequency Hopping – Posted on March 1, 2017

——-

Observação:

Aceitamos colaboração para tradução dos textos de Aug Tellez. Ainda, se você discordar da tradução ou tiver alguma observação ou correção a fazer, por favor, entre em contato.

We accept collaboration for Aug Tellez texts translation. Also, if you disagree with the translation or have any comments or corrections to make, please contact us.

aletheia2017@vivaldi.net

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s